A Arte de Pedir, de Amanda Palmer

Amanda Palmer é uma verdadeira artista. Uma mulher que não tem pudor algum de expressar o que pensa, o que sente, de forma explosiva, viva, exposta. Casada com o escritor Neil Gaiman“faça boa arte” – com quem tem um filho, é como se Amanda vivesse cada segundo como se fosse o último. Inspiração pouca é bobagem.

A música sempre fez parte da vida de Amanda. No livro A Arte de Pedir, ela conta sua trajetória como modelo vivo, financiamento coletivo, síndrome do impostor e diversos outros assuntos que rondam o mundo das artes contemporâneas. É uma verdadeira autobiografia, em que ela conta desde que começou, bem novinha, até se tornar o ícone de uma geração.

Palmer atingiu a fama com a banda Dresden Dolls, e hoje tem uma carreira solo e independente: seu kickstarter para o álbum Theatre is Evil é um dos mais bem-sucedidos da história. Contar com a ajuda dos fãs pode parecer inovador, mas não para Amanda. Ela sempre teve um contato muito próximo com o público, recolhendo e-mails no final de seus shows, às vezes em papel e caneta mesmo, e sempre enviando as novidades da banda da forma mais transparente do mundo. No livro, ela conta porque precisou romper com as gravadoras e correr atrás de fazer arte do seu jeito.

amanda-palmer-arte-de-pedir-05

O sucesso do financiamento coletivo foi tão grande que Amanda Palmer foi convidada para fazer um Ted Talk – um dos mais assistidos no mundo em toda a história da existência. Confira!

https://embed-ssl.ted.com/talks/amanda_palmer_the_art_of_asking.html

Você quer uma flor?

Oferecer uma flor, um sorriso, um olhar: eu vejo você. Eu me conecto com você. Eu vejo sua alma. Neste momento fugidio, eu estou em plena sintonia com você, desconhecido. A experiência de entrega e da comunhão com o outro, ainda que por um breve momento, era o que mais a interessava quando era uma estátua viva. Essa sintonia continua ativa no modo como ela se relaciona com os fãs. Após o sucesso do financiamento coletivo, ela mantém um relacionamento extremamente próximo com eles em seu Patreon. No livro, ela conta como começou a montar sua lista de e-mail (do jeito mais analógico do mundo!), e ainda discorre sobre como a coragem difere da confiança.

amanda-palmer-arte-de-pedir-02

Anthony

Ela ainda discorre sobre sua amizade com Anthony, seu ex-vizinho desde a infância, que foi uma espécia de mentor de vida para ela. Quando o livro foi lançado, ele estava com câncer. Em junho de 2015, ele faleceu. Talvez não tivéssemos Amanda Fucking Palmer se não fosse pelo tal Anthony. Ela conta mais histórias sobre ele na entrevista com Maria Popova, do Brain Pickings. Sim, é longa, mas vale cada segundo.

“Por favor, aceite os donuts.”

Neil Gaiman

Não é segredo pra ninguém que Amanda Palmer é casada com Neil Gaiman, que já tinha 3 filhos praticamente adultos do primeiro casamento. Ela conta diversos momentos íntimos entre eles, incluindo o fato de não se sentir bem de pedir dinheiro para ele e o aborto do primeiro filho que eles teriam. Hoje, eles têm um filho muito bonitinho, o Ash. Awn ❤

A arte de Pedir é uma autobiografia cheia de frases lindas e epifanias fantásticas que só Amanda Fucking Palmer sabe fazer. Imperdível.

Site oficial: http://amandapalmer.net/

Compre A Arte de Pedir: Submarino / Saraiva / Livraria Cultura

Siga meu blog no Bloglovin!

Siga o blog Thais Etc nas redes sociais!

Anúncios

18 comentários sobre “A Arte de Pedir, de Amanda Palmer

  1. Caraca, eu não conhecia (ouvir falar aqui e ali só), mas não tinha noção quão foda e agora tô DOIDA PRA LER!
    Droga, vou ter que colocar na minha lista. Quando sobra dinheiro mesmo para outra coisa que não livros? ahahahhaha
    Amei, amei, quero quero MUITO!

    Bjs,
    Re

    Curtir

  2. Eu tenho muita vontade de ler esse livro! Não sou mt de livros reais, prefiro as ficções, mas ultimamente tenho gerado um interesse por esse assunto! Principalmente esse da Amanda Palmer, só leio elogios sobre ele, e pretendo ler ele logo logo!
    🙂

    Curtir

  3. Conhecia ela de nome e conheço um pouco do Nil Gaiman pelo Sandman, mas nunca fui atrás de nada dela. Achei realmetne incrível, ela parece ser uma pessoa e uma artista maravilhosa. Gostei bastante!

    Bites!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s